Oi gente!

Como foi o fds de vocês? Comemoram bem o Halloween? Eu confesso que não saí fantasiada para nenhuma festinha haha. Sexta feira assisti o filme A Garota no Trem e vim aqui no blog falar um pouquinho para vocês do que eu achei.

O filme é baseado no best seller A Garota no Trem da escritora Paula Hawkins. Já vou esclarecendo no começo do post que eu não li o livro então as críticas vão ser somente destinadas ao longa, ok? A primeira coisa que me interessou muito no filme foi o trailler do filme, que mostrou um longa bem misterioso e diferente do que a gente costuma assistir por aí e porque me lembrou muuuuito a narrativa de um ótimo filme chamado Garota Exemplar.

Enredo: todos os dias, a caminho do trabalho em seu trajeto de trem, Rachel observa um casal que mora perto dos trilhos de trem. Rachel imagina o casal com a vida amora que ela sempre desejou e inventa diversas histórias sobre eles em sua imaginação. Um dia, a mulher deste casal, Meghan, desaparece. Logo descobre-se também que Megan é babá do filho de Tom (ex marido de Rachel) com sua atual esposa.

Dito e feito, a trajetória do filme se assemelha com o longa Garota Exemplar porém o ritmo do filme é bem diferente do que costumamos ver com um timing hollywoodiano, pelo menos na minha opinião, A Garota do Trem segue um timing um pouco mais lento e dá muita enfâse aos relatos pessoais do personagens.

Outra característica muito particular da narrativa é que ela concentra o protagonismo nos dramas dos personagens femininos, o que nos permite de modo subjetivo analisar também a ótica da sociedade sobre as mulheres. Eu não li o livro, porém acredito que ele traga esta perspectiva também.

Os personagens, principalmente os femininos, são complexos e carregam muitos traumas do passado. As atrizes conseguem trazer bem essa complexidade para o papel, principalmente Emily Blunt.

Sim, o filme tem um plot twist qualidade que eu aprecio muito, já que na maioria daz vezes a gente já consegue prever o final das histórias, o que não acontece no caso.

Em comparação ao filme Garota Exemplar, acredito que A Garota no Trem segue uma linha bem mais direcionada ao drama do que ao suspsense, talvez por isso o ritmo do longa também seja mais lento.

Concluindo, é um filme que vale a pena ser assistido, principalmente para quem está esperando um filme misterioso e com um final fora do esperado. Uma pequena crítica fica para uma das cenas finais do filme (não vai rolar spoiler) que acabou trazendo um tom cômico à um longa recheado de drama.

Trailler do filme

E aí? Alguém já leu o livro? Viu o filme? Comentem!

;)

comments powered by Disqus